Navigation

Primeiro caso de morte por coronavírus na Suíça

Enfermeiro trajando roupas de segurança em uma ambulância de Mendrisiotto, no cantão do Ticino, próximo à fronteira com a Itália. Keystone / Elia Bianchi

A primeira morte confirmada de Covid-19 foi registrada no cantão de Vaud, na região oeste da Suíça. Uma mulher de 74 anos morreu na noite de quarta-feira (04), informaram as autoridades federais.

Este conteúdo foi publicado em 05. março 2020 - 11:37
swissinfo.ch

A mulher, que sofria de uma doença crônica era, portanto, considerada paciente de risco elevado, estava internada no Hospital Universitário de Lausanne (CHUV) desde a terça-feira.

Os médicos ainda não conseguiram descobrir como a mulher foi infectada pelo vírus. As autoridades locais prometeram informar ao público em uma entrevista coletiva, programada para ocorrer à tarde.

Situação crítica

Ontem representantes do ministério suíço da Saúde (BAG, na sigla em alemão) revelaram que aproximadamente 100 pessoasLink externo tiveram testes positivos para a contaminação por coronavírus, das quais 58 foram confirmadas e as outras aguardam ainda resultados mais acurados.

Segundo as autoridades, a maioria dos doentes contraiu a doença na Suíça, mas é provável tenham transmitido a pessoas mais velhas e com maior risco.

O governo suíço proibiu eventos com mais de mil participantes e aconselhou as pessoas a evitarem contatos diretos como apertos de mão ou beijos no rosto.

Até hoje já foram registrados 95.300 casos de contaminação pelo coronavírus e 3.200 mortes, segundo dados da agência de notícias ReutersLink externo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.