Navigation

Chuva forte submerge cidades suíças

A cidade medieval de St-Ursanne está debaixo d'água depois que o rio Doubs transbordou Gael Klein, RTS

Em St-Ursanne, no cantão do Jura, os dias de chuvas fortes fizeram transbordar o rio Doubs, inundando partes da cidade medieval. Os rios em todo o país, tanto no planalto suíço como nos Alpes, estão extremamente altos após uma semana de tempestades de chuva e neve.

Este conteúdo foi publicado em 23. janeiro 2018 - 12:05
RTS/SRF

Além de St-Ursanne, inundações similares foram relatadas nas cidades de Goumois e Soubey, também banhadas pelo Doubs, e em Bassecourt pelo rio Sorne.

Nas terras baixas, as tempestades aumentaram consideravelmente o risco de inundações e deslizamentos de terra. As condições meteorológicas no cantão do Valais também foram extremas, com fortes nevascas nos últimos três meses. Temperaturas suaves derreteram uma parte dessa neve. Ambos os fatores resultaram em altos níveis de água no norte dos Alpes.

O maior risco de enchentes está atualmente no Reno, na foz do rio Aare, até Basileia, no noroeste da Suíça. As autoridades das regiões dos rios Aare, Reuss e Limmat, no entanto, não esperam mais aumentos nos níveis da água, informou a rádio pública suiça, SRF, na terça-feira (23).

Nos Alpes, existe o risco de deslizamentos de terra devido a encostas regadas pela chuva em altitudes entre 1600-2000 metros. Numerosas estradas de montanha estão afetadas ou fechadas nos cantões do Valais e dos Grisões, bem como na Suíça central e na região serrana do cantão de Berna.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.