Perspectivas suíças em 10 idiomas

Doenças cardíacas e câncer ainda são as maiores causas de morte

ambulance
Três quintos das mortes em 2017 foram de pessoas com mais de 80 anos © Keystone / Gaetan Bally

Doenças cardiovasculares e câncer foram as duas causas de morte mais comuns na Suíça em 2017, segundo os últimos dados oficiais.

Das 66.971 pessoas que morreram no país naquele ano, 31,4% foram vítimas de doenças cardíacas, enquanto 25,8% sucumbiram ao câncer. Outras causas significativas incluíram demência (9,8%) e doenças respiratórias (6,9%); acidentes e suicídios foram responsáveis por cerca de 5% cada.

As causas variam muito entre os grupos etários, declarou o Departamento Federal de Estatística na segunda-feira (16).

No grupo com mais de 80 anos, que representou três quintos de todas as mortes registradas em 2017, a maior causa foi cardiovascular. Entre as pessoas de 40 a 80 anos, o câncer foi mais alto, enquanto entre 16 e 18 anos os maiores riscos são suicídio ou acidentes.

O número total de mortes aumentou ligeiramente em 2017, segundo o serviço de estatísticas, em 3%. Isso está um pouco em linha com os recentes aumentos anuais, que por sua vez são afetados pelo fato da população suíça estar envelhecendo. O departamento também apontou para a “onda de gripe” do início de 2017, que levou à morte de cerca de 1.500 pessoas com mais de 65 anos no espaço de apenas seis semanas.

A expectativa de vida em 2017 foi de 81,4 anos para homens e 85,4 para mulheres: praticamente inalterada em relação a 2016, mas com um aumento de, respectivamente, 2 anos e 1,2 anos em relação a década anterior.

Entretanto, os suicídios aumentaram ligeiramente: 773 homens e 270 mulheres suicidaram-se, 26 a mais do que em 2016. As mulheres estavam mais inclinadas a tomar a opção do suicídio assistido; 596 delas o fizeram, juntamente com 413 homens.


Mostrar mais
Seniors doing yoga

Mostrar mais

Suíça e Espanha são os melhores países para quem quer viver mais tempo

Este conteúdo foi publicado em Em seus últimos números sobre a expectativa de vida, o portal de estatísticas da União Europeia descobriu que, em nível regional, a Espanha fica no topo, com três regiões entre as cinco primeiras. A Suíça também se saiu bem, assim como a Itália. Na Suíça, a região com maior esperança de vida após o cantão…

ler mais Suíça e Espanha são os melhores países para quem quer viver mais tempo

swissinfo.ch/fh

Notícias

Imagem

Mostrar mais

Mercado brasileiro de café atrai Nestlé

Este conteúdo foi publicado em Por meio de sua marca Nescafé, a empresa está focando especialmente nas necessidades e desejos do mercado jovem.

ler mais Mercado brasileiro de café atrai Nestlé
Imagem

Mostrar mais

FIFA abre portas para sair da Suíça

Este conteúdo foi publicado em A entidade máxima do futebol internacional lançou as bases formais para uma saída teórica de sua sede em Zurique.

ler mais FIFA abre portas para sair da Suíça
Imagem

Mostrar mais

Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Este conteúdo foi publicado em A Suíça planeja introduzir um banco de dados para os passageiros de voos para coletar e processar dados pessoais em uma tentativa de combater o terrorismo e crimes graves.

ler mais Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR