Navigation

Número de desempregados na Suíça cai 4%

Houve mais vagas anunciadas nas agências de emprego em 2017 do que no ano anterior Keystone

A taxa de desemprego na Suíça caiu de 3,3% em 2016 para 3,2% em 2017, de acordo com dados divulgados pela Secretaria Estadual de Assuntos Econômicos (SECO).

Este conteúdo foi publicado em 11. janeiro 2018 - 11:41

Em termos de números reais, 143.142 pessoas foram registradas como desempregadas, uma redução de 6.175 em relação ao ano anterior. A queda foi particularmente marcada na primeira metade do ano, com cerca de 30 mil desempregados a menos até junho. A situação então estagnou, antes de voltar a aparecer em novembro e especialmente em dezembro, principalmente devido a fatores sazonais.

O desemprego juvenil (15-24 anos) sofreu seu aumento habitual em agosto, quando os jovens completam sua formação. Ao longo do ano como um todo, no entanto, os jovens foram menos afetados do que em 2016, com uma taxa de desemprego média de 3,1% (abaixo de 3,4%). Por outro lado, não houve mudança entre os trabalhadores mais velhos (mais de 50 anos), cuja taxa de desemprego permaneceu inalterada em 2,8%.

O cantão francófono de Neuchâtel registrou a maior taxa de desemprego com 5,6%, enquanto os cantões Obwalden e Appenzell Inner Rhoden relataram as menores taxas com 0,9%.

No final do ano, os centros regionais de emprego tinham 11.991 vagas, um aumento de 1.408 em relação ao ano anterior.

Conteúdo externo


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.