Suíça ajuda a reconstruir América Central

Um ano depois do ciclone "Micht", a Suíça já aplicou quase 56 milhões de dólares em projetos de reconstrução, sobretudo em Honduras e na Nicarágua. Até agora, 1,2 milhões de pessoas foram assistidas e 170 vilarejos. O programa vai até o final de 2000.

O balanço intermediário do programa de reconstrução foi divulgado em Berna pela Agência suíça para Desenvolvimento e Cooperação, órgão do governo federal.
A Suíça decidiu concentrar sua ajuda em dois países: Honduras (54 p/cento) e Nicarágua (44 p/cento). Vítimas na Guatemala e em El Salvador também foram beneficiadas.
Ao todo, foram 95 projetos em 170 vilarejos. Dos 56 milhões de dólares aplicados, 29 milhões vieram diretamente dos cofres públicos, 23 milhões em doações de particulares feitas à "Cadeia da Felicidade" e o restante pelas organizações humanitárias suíças. O programa de reconstrução vai até o final do ano que vem.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo