Perspectivas suíças em 10 idiomas

UE vai destinar 220 milhões de euros a traslado de pacientes com coronavírus

Ursula Von Der Leyen e Charles Michel participam de entrevista coletiva em Bruxelas após a reunião afp_tickers

A União Europeia irá destinar um pacote no valor de 220 milhões de euros para o traslado de pacientes com Covid-19 entre países do bloco, anunciou nesta quinta-feira a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

O anúncio foi feito após uma videoconferência informal com os líderes dos 27 países membros da UE para discutir a resposta do bloco à segunda onda da pandemia. A medida visa a reduzir a pressão sobre os sistemas hospitalares mais saturados.

Segundo Ursula, para facilitar os traslados, os países membros da UE deverão aumentar os níveis de troca de dados “exatos e em tempo real”, para permitir uma “coordenação mais eficaz” das operações.

Embora os países do bloco e seus sistemas hospitalares tenham a experiência do ocorrido em março e abril, a segunda onda da doença atingiu com força os europeus.

A chefe de governo alemã, Angela Merkel, afirmou aos outros líderes que “um enfoque europeu coordenado é de grande importância para combater a pandemia. Especialmente para a Alemanha, como país localizado no centro da Europa, é importante que as fronteiras permaneçam abertas, que haja um ciclo econômico que funcione e que lutemos juntos contra a pandemia.”

Ursula Von der Leyen, que também é epidemiologista, indicou que a realização em massa de testes seria fundamental para superar a crise, e pediu aos países da UE que adotem padrões conjuntos para os testes rápidos.

A intenção de Ursula e do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, é que a videoconferência de países líderes se torne um fórum regular de consultas, para que as nações europeias coordenem sua resposta nos próximos meses.

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR