Navigation

Índia, maior produtora de vacinas, ajudará 'toda a humanidade', diz Modi

O premiê indiano, Narendra Modi afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. setembro 2020 - 14:45
(AFP)

A Índia, enquanto a maior produtora de vacinas do mundo, usará seus recursos "para toda a humanidade" na batalha contra o coronavírus, afirmou o primeiro-ministro indiano Narendra Modi neste sábado (26) nas Nações Unidas.

Em seu discurso virtual na Assembleia Geral da ONU, Modi não fez menção direta às mudanças climáticas ou às diferenças fronteiriças com a China, que em junho provocaram um confronto e a morte de cerca de vinte soldados indianos.

"Enquanto maior produtora de vacinas do mundo (....), a produção de vacinas da Índia e a capacidade de distribuí-las serão destinadas para ajudar toda a humanidade em sua luta contra esta crise", disse Modi.

Na sexta-feira, o primeiro-ministro australiano Scott Morrison insistiu em seu discurso na Assembleia que qualquer país que desenvolver uma vacina para combater a covid-19 deveria compartilhá-la com o resto da humanidade.

Índia, um país de 1,3 bilhão de habitantes, se tornará junto com a Noruega, Irlanda e México, um membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU no período de dois anos que se inicia em 1o de janeiro de 2021.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.