Navigation

América Latina e Caribe superam as 250.000 mortes por COVID-19

Soldados das Forças Armadas desinfetam parapeito do mirante no Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, 15 de agosto de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 20. agosto 2020 - 21:54
(AFP)

A região da América Latina e do Caribe, a que tem o maior número de contágios de COVID-19, superou nesta quinta-feira (20) as 250.000 mortes pelo novo coronavírus, segundo uma contagem da AFP com base em cifras oficiais.

A região somava 250.969 óbitos de um total de 6. 463. 245 casos às 19h de Brasília, com Brasil, Peru e México entre os países mais afetados.

O Brasil é o segundo mais castigado do mundo pela pandemia, depois dos Estados Unidos.

Com mais de 200 milhões de habitantes, o país tem 3.501.975 de casos confirmados de COVID-19, após registrar 45.323 novos contágios em 24 horas, e 112.304 mortes (+ 1.204).

O Peru, o país com mais mortes na região proporcionalmente à sua população de 33 milhões de habitantes, contabilizou 26.834 óbitos por COVID-19 até a quarta-feira. E nesta quinta, recebeu a notícia de que seu PIB caiu 30,2% interanual no segundo trimestre, como consequência do longo confinamento provocado pela pandemia, que paralisou quase todas as atividades.

O México, que registrava até a quarta 537.031 casos e 58.481 mortes, participará com pelo menos 2.000 voluntários da fase final de testes da vacina russa contra a COVID-19, anunciou nesta quinta-feira o chanceler mexicano, Marcelo Ebrard.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.