Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) José Antonio Vargas

(afp_tickers)

Agentes da Guarda de Fronteira dos Estados Unidos detiveram nesta terça-feira em um aeroporto do Texas José Antonio Vargas, um ativista que defende os direitos dos imigrantes sem documentação e que já ganhou um prêmio Pulitzer de jornalismo.

Joe Gutiérrez, porta-voz da Guarda de Fronteira, confirmou a prisão, sem fornecer maiores detalhes.

A organização "Define American", fundada por Vargas, explicou em um comunicado que o ativista foi preso quando ia pegar um voo para Los Angeles, saindo de McAllen, epicentro no mês passado da chegada em massa de menores procedentes da América Central, que cruzam sozinhos a fronteira.

Vargas foi até esta localidade do Texas para acompanhar a situação dos imigrantes menores de idade.

Os centros de detenção da Guarda Fronteiriça situados ao longo da fronteira com o México estão saturados em parte pela chegada, desde outubro, de mais de 57.000 menores sem a companhia de um adulto e em busca de um futuro melhor.

AFP