Navigation

Blue Origin faz novo teste de foguetes para voos turísticos

O CEO da Amazon, Jeff Bezos, fundador da companhia espacial Blue Origin, que acaba de fazer um novo teste bem-sucedido de seu foguete para turismo espacial afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 13. outubro 2020 - 17:13
(AFP)

A companhia espacial americana Blue Origin, fundada pelo CEO da Amazon, Jeff Bezos, concluiu com sucesso, nesta terça-feira (13), um novo voo de prova de seu pequeno foguete de turismo espacial.

A cápsula New Shepard foi propulsada até a fronteira do espaço por um pequeno foguete reutilizável que retornou e aterrissou na vertical. Este foi seu sétimo voo consecutivo.

A cápsula, que pode levar até seis passageiros em um dia, alcançou 107 quilômetros de altitude, conforme dados preliminares divulgados hoje.

Depois, voltou a pousar, em meio a uma nuvem de poeira no deserto do oeste do Texas, freando graças a um paraquedas. O tempo total de voo foi de 10 minutos e 15 segundos.

A Blue Origin exibiu o interior da nave: seis assentos, apoios horizontais, enormes janelas e uma cuidadosa iluminação, além de inúmeras câmeras para imortalizar os poucos minutos em que os "turistas" flutuarão na cabine para admirar a curvatura da Terra.

Neste verão boreal (inverno no Brasil), o concorrente Virgin Galactic também mostrou o interior de sua própria nave, que tem o mesmo objetivo: levar passageiros particulares, por alguns minutos, até a fronteira do espaço.

Nenhuma das duas companhias divulgou, até agora, o início desses voos comerciais. Enquanto isso, a Blue Origin oferece aos clientes um banco de testes para equipes espaciais.

Hoje, o foguete foi usado para testar dispositivos em desenvolvimento pela Nasa (a Agência Espacial Americana) para ajudar futuros astronautas a aterrissarem na Lua.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.