Navigation

Califórnia ordena uso de máscara em público

(3 maio) Família caminha com o rosto protegido em mercado aberto na cidade de Santa Monica, Califórnia afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. junho 2020 - 21:53
(AFP)

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, ordenou nesta quinta-feira aos californianos o uso de máscara de proteção em púbico, a fim de deter a propagação do novo coronavírus.

"A ciência mostra que funciona cobrir o rosto e usar a máscara", assinalou Newsom em comunicado. "Elas são fundamentais para manter os que estão ao nosso redor seguros, manter as lojas abertas e retomar a nossa economia."

A ordem foi dada depois que funcionários do condado de Orange, ao sul de Los Angeles, tomaram a decisão de rescindir uma ordem para que as pessoas usassem máscara em público. Outros três condados - Fresno, Riverside e San Bernardino - também retiraram o requerimento de uso de proteção no rosto, devido à pressão da opinião pública.

"Em poucas palavras, estamos vendo muita gente com o rosto descoberto, colocando em risco real o progresso que tivemos no combate à doença", disse Newsom. "A estratégia da Califórnia para retomar a economia e conseguir fazer com que as pessoas voltem a trabalhar só terá sucesso se a população agir com segurança e seguir as recomendações sanitárias."

Vários estudos no mundo mostram que usar a proteção facial reduz o risco de propagação da Covid-19, mas, em muitas partes dos Estados Unidos, o uso da máscara ganhou uma dimensão política. Para muitos da direita, a proteção é vista como uma reverência à autoridade do governo, enquanto entre a esquerda ela é vista como um benefício para a saúde.

Em meados de março, Newsom se tornou o primeiro governador americano a emitir uma ordem de confinamento e, em seguida, deixou que os condados e cidades decidissem se manteriam a ordem, bem como as exigências de cobrir o rosto e outras restrições.

O tema gerou turbulência no condado de Orange, onde alguns moradores e funcionários locais desafiaram a ordem de uso da máscara em público, no trabalho ou em lojas onde o distanciamento social não fosse possível.

A diretora de saúde do condado, Nichole Quick, renunciou na semana passada, após sofrer críticas e aparecer em um cartaz que a representava com um bigode de Hitler e suásticas durante reunião da Junta de Supervisores do condado.

Segundo a ordem de Gavin Newsom emitida hoje, os californianos ou visitantes devem cobrir o rosto em qualquer espaço público interno e no transporte público. Também devem fazê-lo em seus locais de trabalho ou quando estiverem em espaços públicos. As crianças menores de 2 anos ficam isentas, bem como pessoas com problemas médicos ou de saúde mental.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.