Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldados israelenses recolhem destroços de foguete supostamente disparados a partir da Síria nas Colinas de Golã, em Israel, 14 de julho de 2014

(afp_tickers)

Dois foguetes disparados a partir da Síria caíram nesta segunda-feira nas Colinas de Golã, região ocupada por Israel, anunciou o Exército israelense.

"Dois foguetes caíram nesta segunda-feira em uma área desabitada em Golã", afirmou um porta-voz do Exército à AFP.

A sirene de alerta já havia soado nessa região quando um primeiro foguete caiu domingo à noite sem causar vítimas.

O disparo de domingo foi o primeiro a partir da Síria desde o início da ofensiva israelense na Faixa de Gaza, há quase uma semana.

Israel ocupa desde 1967 cerca de 1.200 km2 das Colinas que antes pertenciam à Síria. A situação na região é tensa desde o início do conflito, em 2011, com uma sucessão de incidentes menores.

Em junho, um adolescente árabe-israelense foi morto a tiros nas Colinas de Golã, em uma agressão atribuída ao Exército sírio por Israel, que respondeu com ataques que mataram pelo menos dez soldados sírios.

No início da manhã desta segunda-feira, o Exército israelense indicou que "vários foguetes foram disparados do Líbano em direção à Galileia, sem registro de vítimas".

O Exército informou que havia reagido com disparos de artilharia contra posições militares sírias e em direção à origem dos ataques no Líbano, onde apresentou uma queixa junto às forças da ONU.

Foguetes já haviam sido disparados do Líbano contra o norte de Israel na sexta-feira e no sábado, sem deixar feridos.

AFP