Navigation

Eduardo Bolsonaro viaja aos EUA para 'agradecer' apoio de Trump

(Arquivo) Eduardo Bolsonaro, filho do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, pode acabar como embaixador do país em Washington afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. agosto 2019 - 12:41
(AFP)

O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro e candidato a embaixador do Brasil nos Estados Unidos, viajará nesta sexta-feira a Washington para "agradecer" Donald Trump por seu apoio durante a crise envolvendo os incêndios na Amazônia.

"Nosso Chanceler @ernestofaraujo e o Deputado Eduardo @BolsonaroSP serão recebidos, nessa sexta-feira, pelo Presidente @realDonaldTrump na Casa Branca em Washington", tuitou o presidente na noite desta quinta.

"Nunca Brasil e EUA estiveram tão alinhados. A coordenação com o Presidente americano foi essencial para a defesa da soberania brasileira na Amazônia, por ocasião do encontro do G-7, o que demonstra nossa relação cada vez mais sólida de amizade e respeito", acrescentou Bolsonaro.

Eduardo Bolsonaro disse ao jornal O Globo que estará "ao lado do ministro Ernesto Araújo fazendo este agradecimento como deputado federal, porque o peso norte-americano dentro do G7 é essencial e esse pêndulo veio para o lado brasileiro por uma questão de justiça. O que ficou claro é o presidente [francês Emmanuel] Macron usando a Amazônia para fins políticos".

No encerramento da Cúpula do G7 em Biarritz, no final de semana passado, Macron aventou a possibilidade de conferir um "status internacional" à selva amazônica, diante da proliferação de incêndios na região.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.