Navigation

França encomendou mais de 1 bilhão de máscaras à China, anuncia ministro

O ministro francês da Saúde, Olivier Veran, participa de entrevista coletiva em Paris afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. março 2020 - 18:53
(AFP)

A França encomendou mais de 1 bilhão de máscaras à China para enfrentar a epidemia de Covid-19, anunciou neste sábado o ministro da Saúde do país, Olivier Véran.

"Foi criada uma ponte aérea estreita e intensa entre França e China para facilitar a entrada de máscaras em nosso território", declarou o ministro em entrevista coletiva, na qual assinalou que o país precisa de 40 milhões de máscaras por semana.

Já o premier Edouard Philippe avisou aos franceses que "os primeiros 15 dias de abril serão ainda mais difíceis do que os últimos 15 no combate à pandemia, que está apenas no começo".

A França espera ver "os primeiros impactos" do confinamento no fim da semana que vem, indicou o epidemiologista Arnaud Fontanet, do instituto Pasteur e membro do Conselho Científico criado pelo governo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.