Navigation

Nasa anuncia ter armazenado com sucesso amostras de asteroide na sonda Osiris-Rex

Imagem fornecida pela Nasa mostra a 'tampa' do coletor (E) acima da cápsula de amostras, após o braço mecânico a colocar na posição correta (D) afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. outubro 2020 - 20:20
(AFP)

A Nasa anunciou nesta sexta-feira (29) que sua sonda espacial, Osiris-Rex, conseguiu armazenar em uma cápsula hermética pedra e poeira do asteroide Bennu, coletadas na semana passada, depois que uma falha pôs a missão em risco.

"Terminamos esta operação com sucesso", disse Rich Burns, diretor deste projeto na Nasa. Uma falha no fechamento do compartimento de coleta de amostras chegou a ameaçar a missão.

O braço coletor da sonda havia recolhido grande volume de poeira e fragmentos rochosos durante um contato de poucos segundos com o cometa Bennu, na semana passada. Dias depois, descobriu-se que os fragmentos estavam escapando no espaço, pondo em risco a missão, lançada em 2016.

Em um procedimento de emergência, o braço mecânico transferiu na terça-feira sua carga em uma operação lenta, com 36 horas de duração, à cápsula fixada no centro da sonda, e a tampa da cápsula foi fechada com sucesso, segundo imagens de alta qualidade transmitidas pela Osiris-Rex.

A essa distância, cada etapa da operação levou duas horas, segundo Sandra Freund, da Lockheed Martin, pois cada mensagem demorava 18,5 minutos a chegar à Terra e a equipe queria verificar o resultado de cada ação antes de enviar a ordem da seguinte.

A Osiris-Rex se afastará de Bennu em março de 2021 e a previsão é que pouse em 24 de setembro de 2023 no deserto de Utah, nos Estados Unidos.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.