Navigation

Novo atraso do jogo Cyberpunk 2077 deixa fãs indignados

(Arquivo) Estande do Cyberpunk 2077 em uma feira de vieogames Gamescom em Cologne, Alemanha afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. outubro 2020 - 12:27
(AFP)

O novo atraso no lançamento do esperado jogo eletrônico Cyberpunk 2077, anunciado pelo estúdio polonês CD Projekt RED, gerou indignação entre os fãs, chegando inclusive a provocar ameaças de morte aos produtores.

"Entendo sua raiva, decepção e vontade de expressar sua opinião sobre o novo atraso. Mas enviar ameaças de morte aos produtores é absolutamente inaceitável. Somos pessoas como vocês", tuitou Andrzej Zawadzki, designer dos jogos do CD Projekt Red, em resposta à onda de mensagens raivosas de jogadores frustrados.

Inicialmente, o jogo seria lançado em abril, mas uma nova data foi estabelecida para setembro e depois para 19 de novembro.

"Decidimos adiar em 21 dias o lançamento do Cyberpunk 2077. A data atual de lançamento é 10 de dezembro", escreveram os diretores do CD Projekt Red em um comunicado publicado na noite de terça-feira no Twitter.

O CD Projekt RED indicou que precisa de mais tempo para "adaptar e testar nove versões diferentes", para diferentes tipos de consoles de nova geração, segundo o comunicado.

Muitos jogadores criticaram o estúdio, com palavras muito duras, por terem que mudar suas datas de férias, pedidas expressamente para o lançamento do jogo.

O preço das ações da empresa caiu 5,25% durante a manhã na Bolsa de Varsóvia após o anúncio do novo atraso.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.