Navigation

ONU exige libertação imediata de soldado israelense sequestrado em Gaza

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. agosto 2014 - 17:01
(AFP)

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, exigiu nesta sexta-feira a libertação imediata do soldado israelense sequestrado em Gaza e condenou "nos termos mais fortes as informações sobre a violação" do cessar-fogo pelo Hamas.

"O secretário-geral exige a libertação imediata e incondicional do soldado capturado", indicou seu porta-voz em um comunicado, ressaltando que a quebra da trégua em Gaza "prejudica a credibilidade do que o Hamas diz às Nações Unidas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.