Navigation

Oposição convoca greve de 24 horas para esta sexta na Nicarágua

Manifestante opositor na Nicarágua escreve em 25 de agosto de 2018 em uma manifestação na cidade de Granada afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 06. setembro 2018 - 17:42
(AFP)

A opositora Aliança Cívica da Nicarágua convocou nesta quinta-feira uma greve de 24 horas para pressionar pela libertação de centenas de "presos políticos" e exigir a retomada do diálogo com o governo de Daniel Ortega, em meio a uma crise política que já deixou 320 mortos desde abril.

"Convocamos uma greve nacional a partir das zero horas de sexta-feira, 7 de setembro" para demandar "a libertação dos presos políticos", anunciou nesta quinta-feira em um comunicado a Aliança Cívica pela Justiça e Democracia, integrada por estudantes, empresários e grupos da sociedade civil.

Os opositores convocaram a população a "se somar a este esforço nacional de suas casas, excetuando aquelas atividades relacionadas com a preservação da vida e a cobertura de serviços básicos para a população".

"A Nicarágua necessita uma saída pacífica urgente através do diálogo. Precisamos viver com segurança, sem sequestros, sem presos políticos, sem perseguição e sem estigmatização por pensar diferente", apontaram.

Este é o terceira greve convocada pela Aliança desde que iniciaram em 18 de abril os protestos contra o governo de Ortega, que foram reprimidas com violência e deixaram mais de 320 mortos e 2.000 feridos.

Pelo menos 300 nicaraguenses estariam sendo processados por sua participação nas protestas, dos quais 85 foram acusados de "terrorismo", denunciou o Alto Comissariado dos Direitos Humanos da ONU em um informe publicado na semana passada.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.