Navigation

Peronismo é o mais votado e aumenta expectativa sobre segundo turno na Argentina

Fernández deixa seção eleitoral em Buenos Aires afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. outubro 2019 - 21:50
(AFP)

O peronista de centro-esquerda Alberto Fernández foi o mais votado, frente ao governante liberal Mauricio Macri, segundo pesquisas de boca de urna e após o encerramento das eleições presidenciais deste domingo na Argentina, embora ainda não esteja definido se haverá um segundo turno.

As pesquisas de boca de urna apontam Fernández como vencedor em todo o país. Os resultados começarão a ser divulgados às 21h locais. "Para nós, parece apressado arriscar expectativas", reagiu Marcos Peña, chefe de gabinete de Macri e responsável por sua campanha.

A participação foi superior a 80%, segundo o ministro do Interior, Rogelio Frigerio.

"Hoje é um grande dia para a Argentina", disse um sorridente Fernández, com ar triunfal, ao deixar sua residência para cumprimentar apoiadores após o encerramento da votação.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.