Navigation

Peru reduz em uma hora toque de recolher por pandemia

Reservistas do Exército peruano em "protesto pela democracia" afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. novembro 2020 - 21:26
(AFP)

O Peru reduziu o toque de recolher noturno nacional em uma hora nesta segunda-feira (30) devido à pandemia do novo coronavírus, enquanto persiste uma diminuição lenta, porém constante, do número de novas infecções e mortes nos últimos três meses.

"Durante a vigência do estado de emergência (todo o mês de dezembro), a imobilização social obrigatória (toque de recolher) de todas as pessoas em suas casas dispõe-se das 00h00 locais às 04h00, de segunda a domingo em todo o país", informa um decreto publicado no diário oficial El Peruano.

Até agora, o toque de recolher começava às 23h00 locais (01h00 de Brasília), embora os funcionários da saúde e outros serviços básicos estivessem autorizados a circular.

A medida também estende o estado de emergência nacional ao longo de dezembro, o que permite ao governo tomar certas medidas extraordinárias, e foi decretada três dias depois que o governo prorrogou o estado de emergência sanitária devido à pandemia por 90 dias.

A prorrogação até os primeiros dias de março da emergência sanitária busca dar continuidade "às ações de prevenção, controle e atenção à saúde para a proteção da população contra a pandemia da covid-19", implementadas desde o último dia 6 de março.

As infecções e mortes diminuíram gradualmente no Peru após atingir os números mais altos em meados de agosto, o que levou o governo a amenizar gradualmente várias restrições.

Com 33 milhões de habitantes, o Peru registra cerca de 962.500 casos de coronavírus até domingo, com mais de 35.900 mortes.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?