Navigation

Presidente do Haiti pede 'trégua histórica' para superar crise

(Arquivo) O presidente do Haiti, Jovenel Moïse afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 25. setembro 2019 - 18:25
(AFP)

O presidente haitiano, Jovenel Moise, pediu uma "trégua histórica", em mensagem na TV divulgada na noite desta quarta-feira em meio à crise política que assola o país caribenho após um mês de paralisação pela escassez de combustível.

"Peço a vocês uma trégua histórica para começar as reformas institucionais, sociais e econômicas indispensáveis para o desenvolvimento nacional", disse Moise durante um discurso de 15 minutos.

O presidente, que cancelou sua viagem esta semana a Nova York para a Assembleia Geral da ONU, fez sua primeira aparição pública desde meados de agosto.

A oposição, mobilizada há mais de um ano para lutar contra a corrupção, retomou as manifestações de ruas nas principais cidades, aproveitando a indignação popular alimentada pela escassez de combustível que paralisou as atividades entre meados de agosto e o começo de setembro.

Na terça-feira, a oposição convocou uma nova manifestação para essa sexta-feira, enquanto o país enfrenta uma crise política.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.