Navigation

Reconfinamento em Atenas e em regiões gregas mais afetadas pela covid-19

Turistas no Aerópago observam vista nublada de Atenas afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 03. novembro 2020 - 13:10
(AFP)

Atenas e as regiões gregas com mais casos de coronavírus retomam progressivamente o confinamento nesta terça-feira (3), com fechamentos dos comércios não essenciais, toque de recolher e restrições à mobilidade.

Em Atenas os cafés, restaurantes, bares, cinemas, academias e qualquer outro comércio não essencial permanecem fechados nesta terça, durante o primeiro dia do novo confinamento parcial.

Nos cafés e tabernas do turístico bairro de Monastiraki, as mesas e cadeiras estão envoltas em uma faixa vermelha que proíbe os clientes de sentarem, observou um jornalista da AFP.

"Estamos nos preparando para o pior dos cenários", declarou hoje na Skai TV o porta-voz do governo, Stelios Petsas. "Adiantamos essas medidas para enfrentar o mês de dezembro com otimismo", e acrescentou que não descartam o confinamento total de Atenas.

O norte Tessalônica, a segunda cidade do país, e Serres, estam sob confinamento geral.

Os habitantes de Tessalônica não podem se deslocar se não tiverem uma autorização por SMS e devem respeitar um toque de recolher a partir das 21h. O aeroporto está fechado para a maioria dos voos.

Com mais de 42.000 casos e 642 mortes, o número de infectados por coronavírus disparou nessas últimas semanas na Grécia, com taxas de ocupação dos leitos de UTI em 60%.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.