Navigation

Twitter não vai proibir publicação de mensagens baseadas em causas sociais

O Twitter anunciou que sua proibição de anúncios políticos exclui as mensagens "baseadas em causas" sociais ou ambientais. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 15. novembro 2019 - 23:26
(AFP)

O Twitter anunciou nesta sexta-feira (15) que sua proibição de anúncios políticos exclui as mensagens "baseadas em causas" sociais ou ambientais.

A rede social com sede em São Francisco revelou detalhes de sua iniciativa de proibir as mensagens políticas pagas a partir de 22 de novembro, enquanto aliviou as preocupações dos ativistas de causas sociais.

"Anúncios que educam, sensibilizam e/ou exigem que as pessoas tomem medidas em relação ao envolvimento cívico, crescimento econômico, gestão ambiental ou causas de igualdade social" serão isentos da proibição, divulgou a empresa.

"No entanto, eles não podem fazer referência a anunciantes políticos proibidos ou conteúdo político".

O Twitter anunciou a decisão de proibir a publicidade política em 30 de outubro, afirmando que pretendia neutralizar a disseminação de informações falsas (fake news).

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.