Navigation

Vacina contra coronavírus demorará ao menos um ano (agência europeia)

Cientista trabalha no desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus em Belo Horizonte, 26 de março de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 31. março 2020 - 18:22
(AFP)

A elaboração de uma vacina contra o novo coronavírus levará pelo menos um ano, informou a Agência Europeia do Medicamento nesta terça-feira (31).

Segundo uma contagem da AFP, o número de casos declarados de coronavírus em todo o mundo superou os 800.000 nesta terça, razão pela qual os cientistas estão em uma corrida contra o tempo para encontrar uma vacina contra a Covid-19, que surgiu na China em dezembro.

Mas, segundo a Agência Europeia do Medicamento, poderia passar "pelo menos um ano antes que uma vacina contra a Covid-19 esteja pronta para sua aprovação e que haja quantidades suficientes que permitam seu uso estendido".

A agência, com sede em Amsterdã, se baseou nos dados atuais e no tempo que levou o desenvolvimento de outras vacinas, explicou.

Além disso, acrescentou que duas vacinas já entraram na primeira fase de testes clínicos, que é realizada com voluntários sadios.

Mas, em geral, "os prazos para o desenvolvimento de produtos medicinais são difíceis de prever", explicou a agência.

De fato, nenhum medicamento se destaca como um tratamento completamente eficaz contra o coronavírus, que até o momento matou 40.000 pessoas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.