Navigation

Wall Street reage à declaração do Fed sobre ações tecnológicas

Fachada da Bolsa de Nova York afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 15. julho 2014 - 21:32
(AFP)

Wall Street operou sem direção definida nesta terça-feira, influenciada pelas declarações da presidente do Federal Reserve sobre sobre a valorização "exagerada" de certos setores: o Dow Jones subiu tímidos 0,03% enquanto o Nasdaq teve queda de 0,54%.

Segundo dados definitivos de fechamento, o Dow Jones Industrial Average avançou somente 5,26 pontos, a 17.060,68 unidades, e o Nasdaq caiu 24,03 pontos, a 4.416,39 pontos. O índice ampliado S&P 500 fechou com baixa de 0,19% ou 3,82 pontos, a 1.973,28 unidades.

Em sua audiência semestral no Congresso americano, Janet Yellen, presidente do Federal Reserve (Fed), deixou de lado a linguagem protocolar, classificando de "muito exagerados" os valores das ações de algumas empresas relacionadas a redes sociais e biotecnologia, observou Art Hogan, da Wunderlich Securities.

Companhias como Facebook e Twitter sofreram recuo, afetando significativamente o índice tecnológico Nasdaq.

O mercado de títulos fechou próximo do equilíbrio. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos se manteve estável, em 2,549%, enquanto o rendimento dos títulos a 30 anos retrocedeu para 3,366%, em relação aos 3,368% da segunda-feira.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?