Suíça cria primeiro sistema de controle de tráfego de drones

O sistema suíço será a primeira implantação em escala nacional do U-space, uma infraestrutura digital da Europa destinada a prevenir acidentes envolvendo drones. Uma primeira fase de testes começará em junho de 2018.

Este conteúdo foi publicado em 06. março 2018 - 08:39
SDA-ATS


A plataforma AirMap oferece regras de uso do espaço aéreo para mais de 20 países, e atinge cerca de 85% dos drones de todo planeta por meio de sua rede. Keystone


O sistema nacional de controle de aeronaves não tripuladas (UAV) será o primeiro da espécie no continente europeu. O projeto é uma colaboração entre o fornecedor suíço de serviços de navegação aérea Skyguide e a AirMap, uma plataforma de gerenciamento do espaço aéreo para drones, baseada na Califórnia.

Em um comunicado de imprensa conjunto, as duas empresas apresentaram seus planos para criar um "espaço-U suíço de última geração" envolvendo o registro de drones, limites virtuais definidos por GPS e conhecidos como "geo-cercas", e alertas em tempo real para pilotos de UAV, que estarão conectados aos serviços suíços de controle de tráfego aéreo.

O sistema de controle UAV proporcionaria aos drones "acesso seguro aos céus suíços", diz o comunicado, e espera-se que o sistema esteja "totalmente operacional" no verão de 2019.

O mercado decola

Esse projeto será um "catalisador" para o crescimento do mercado de drones na Suíça, que continua crescendo, segundo a Skyguide. De acordo com o comunicado de imprensa, o número de pedidos de voo de UAVs recebidos pela Skyguide aumentou dez vezes desde 2013.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo