Navigation

Nove em cada dez suíços gostaria de consumir menos

Para 44% dos entrevistados, a principal razão para consumir menos é economizar dinheiro Keystone

Uma pesquisa do World Wildlife Fund (WWF) publicada na segunda-feira descobriu que a maioria das pessoas na Suíça está considerando fazer menos compras, e os jovens mostram-se particularmente propensos a dar uma olhada crítica em seu comportamento de compra.

Este conteúdo foi publicado em 10. abril 2018 - 10:12
SDA-ATS

Os suíços consomem “como se não houvesse amanhã”: eles voam duas vezes mais que os vizinhos, compram os carros mais pesados da Europa e produzem mais resíduos per capita do que em qualquer outro país do mundo, disse a WWF em comunicado na segunda-feira.

No entanto, uma pesquisa representativa conduzida pela empresa de pesquisa de mercado GfK em nome da WWF descobriu que nove entre dez suíços estão reavaliando seu comportamento de consumo, embora por diferentes razões.

Motivações diversas

Cerca de 1.000 pessoas de diferentes regiões linguísticas da Suíça participaram da pesquisa. Descobriu-se que, para 44% dos entrevistados, economizar dinheiro era a principal razão para querer comprar menos, ou seja, suas razões para reduzir o consumo são mais econômicas do que ecológicas, escreveu o WWF. Nacionalmente, apenas 20% das pessoas consideram consumir menos para proteger o meio ambiente.

+2017 teve um grande boom nas compras pela Internet

O desejo de economizar dinheiro foi citado particularmente na Suíça francófona, onde 19 de 20 pessoas disseram que queriam consumir menos.

Por outro lado, as pessoas na Suíça de língua italiana citaram preocupações ambientais como uma razão para repensar seu consumo com mais frequência do que aquelas em todas as outras áreas do país.

Para o suíço de língua alemã, o desejo de ter mais tempo do que bens materiais foi mencionado com mais frequência do que em outras regiões.

Menos é mais

Quanto mais jovens os participantes do estudo, maior se fez ouvir o sentimento de que consumiam demais. Em média, os participantes também dizeram sentir que as outras pessoas consomem mais do que eles mesmos, relatou a organização.

Para o WWF, está claro que “nosso consumo atual de recursos é prejudicial ao meio ambiente”. Embora a eficiência energética tenha trazido “alguma melhoria”, isso não é suficiente, e as pessoas precisavam confiar mais nos princípios da auto-suficiência para proteger o meio ambiente a longo prazo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.