Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça a um passo da Copa do Mundo 2010

Senderos (à dir.) marcou dois gols de cabeça.

(Keystone)

A seleção da Suíça deu um passo decisivo rumo à Copa do Mundo do próximo ano ao derrotar a equipe de Luxemburgo, neste sábado (10/10), por 3 a 0, no campo do adversário.

Os três gols foram marcados de cabeça e o resultado poderia ter sido bem mais folgado. Depois das Eurocopas em Portugal (2004) e no próprio país em 2008, bem como da Copa 2006 na Alemanha, a Suíça está a um ponto do Mundial na África do Sul.

Conquistar quatro pontos em duas partidas – é o que faltava à seleção suíça para conquistar uma vaga direta para o próximo Campeonato Mundial de Futebol.

Três deles ela obteve sem muito esforço, neste sábado, em Luxemburgo. Agora basta empatar com Israel, na próxima quarta-feira, em Basileia, para garantir a classificação.

A Suíça começou bem sua penúltima partida pelas Eliminatórias. Logo no começo, em apenas dois minutos, o zagueiro Senderos marcou dois gols de cabeça – aos 5min, após cobrança de falta pela direita por Frei, e aos 7min, aproveitando uma falta cobrada por Barnetta pela esquerda da área adversária.

Aos 22 min da etapa inicial, o meia Beni Huggel marcou o 3 a 0. O milésimo gol da história da seleção suíça também foi de cabeça, após cobrança de escanteio. Depois disso, a equipe treinada pelo alemão Ottmar Hitzfeld se acomodou e passou a administrar a vantagem no placar.

Os 8200 torcedores (5000 suíços) no estádio Josy Barthel, em Luxemburgo, passaram a ver um treino entre o 15° e o 116° colocados no ranking da Fifa – um clássico entediante entre os que não sabiam e os que não queriam jogar futebol.

E isso não foi diferente no segundo tempo. Aos 10min, o capitão Frei ainda teve a chance para ampliar o placar para 4 a 0. Foi a primeira jogada realmente bem tramada pelos suíços na partida – os gols foram todos de bola parada.

A Suíça perdeu a oportunidade para melhorar seu saldo de gols em relação aos principais concorrentes no Grupo 2 (Grécia e Letônia). Em todo caso, a partida foi um contraponto positivo ao vexame de um ano atrás, quando perdeu em casa, por 2 a 1, para Luxemburgo - o pior escorregão da equipe nas Eliminatórias.

Em sua última partida pelas Eliminatórias, na próxima quarta-feira, basta à Suíça ganhar um ponto conra Israel para garantir sua passagem direta para a África do Sul. Os 38 mil ingressos do estádio Sankt Jakobpark, em Basileia, já estão esgotados. Os torcedores, com certeza, virão na esperança de poder festejar a classificação.

Seria a quarta participação consecutiva da Suíça – um país nanico no futebol – em um grande torneio desse esporte, depois das Eurocopas de 2004 e 2008 e da Copa 2006. A última boa fase anterior da equipe ocorreu em meados dos anos de 1990, quando disputou o Mundial de 1994 nos EUA e a Eurocopa de 1996 na Inglaterra.

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch

Luxemburgo 0 x 3 Suíça

Data: 10/9/2009
Local: Estádio Josy Barthel (LUX)
Público: 8200 pagantes
Árbitro: Iturralde Gonzalez (Espanha)

Luxembergo: Joubert; Kintziger, Blaise, Strasser, Mutsch; Laterza (46. Leweck), Payal, Bettmer, Peters, Collette (73. Jänisch); Kitenge (60. Pupovac).
Técnico: Guy Hellers

Suíça: Benaglio; Lichtsteiner, von Bergen, Senderos, Spycher; Vonlanthen (65. Derdiyok), Inler, Huggel, Barnetta (82. Ziegler); Frei (65. Yakin), Nkufo.
Técnico: Ottmar Hitzfeld

Gols: Senderos, aos 5 e aos 7min do 1°T; Huggel, aos 22min do 1°T.
Cartões amarelos: 40. von Bergen (LUX), 43. Bettmer (LUX), 79. Barnetta (SUI).

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×