Navigation

Chefe da ONU viajará ao Oriente Médio para tentar acabar com combates

U.N. Secretary-General Ban Ki-moon attends the first United Nations Environment Assembly (UNEA) in Nairobi June 27, 2014. REUTERS/Noor Khamis (KENYA - Tags: POLITICS ENVIRONMENT) reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. julho 2014 - 21:20

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O secretário-geral da Organização das Nações Unidos (ONU), Ban Ki-moon, viajará ao Oriente Médio no sábado numa tentativa de colocar fim ao combate entre Israel e palestinos, alarmado com a escalada das ações que inclui uma ofensiva por terra de forças israelenses, disse uma autoridade da organização.

Israel intensificou sua ofensiva terrestre em Gaza com artilharia e tanques nesta sexta-feira e alertou que pode "ampliar significativamente" a operação.

"Israel tem preocupações legítimas de segurança, e nós condenamos os foguetes indiscriminados de Gaza contra Israel que acabaram com o cessar-fogo temporário de ontem. Mas nós estamos alarmados pela resposta pesada de Israel", disse o chefe de relações políticas da ONU, Jeffrey Feltman em reunião emergencial do Conselho de Segurança da ONU.

A ONU condenou os lançamentos de foguetes de Gaza contra Israel que encerraram uma trégua humanitária de cinco horas, mas a entidade está "alarmada com a resposta pesada de Israel", disse Feltman ao Conselho de Segurança da entidade, nesta sexta-feira.

Segundo palestinos, os ataques israelenses deixaram muitos civis mortos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.