Navigation

Israel lança ataque aéreo contra Gaza, após encontrar corpos de jovens desaparecidos

Este conteúdo foi publicado em 01. julho 2014 - 11:34

Por Jeffrey Heller

JERUSALÉM (Reuters) - Israel bombardeou dezenas de locais na Faixa de Gaza nesta terça-feira, atacando alvos do Hamas depois da descoberta dos corpos de três adolescentes cujo sequestro e morte o país atribuiu ao grupo militante palestino.

O gabinete da área de segurança de Israel, que manteve uma reunião de emergência na noite de segunda-feira e iria reunir-se na manhã desta terça novamente, ficou dividido sobre a escala de uma nova investida contra o território costeiro e a Cisjordânia, sob ocupação de Israel.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu prometeu que o Hamas iria pagar pelas mortes dos três estudantes seminaristas judeus, encontrados na segunda-feira sob uma pilha de pedras perto da cidade de Hebron, na Cisjordânia.

Autoridades militares disseram que a força aérea atacou 34 locais, na maioria pertencentes ao Hamas, embora o comunicado não relacione os bombardeios com os sequestros. Equipes médicas palestinas disseram que duas pessoas ficaram levemente feridas.

Em vez de citar o caso dos jovens sequestrados, os militares israelenses mencionaram os 18 foguetes lançados pelos palestinos nos últimos dois dias contra Israel como a causa da ofensiva, já que as autoridades do país atribuíram os disparos ao Hamas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?