Navigation

Líder do Boko Haram assume responsabilidade por ataque na Nigéria em 25/06

Este conteúdo foi publicado em 13. julho 2014 - 19:09

ABUJA, 13 Jul (Reuters) - O líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, assumiu a responsabilidade por duas explosões em 25 de junho em um depósito de combustível em Lagos, centro comercial da Nigéria, em um vídeo visto pela Reuters no domingo, no que seria o primeiro ataque realizado por esses militantes na cidade.

"Uma bomba explodiu em Lagos. Eu pedi (ao homem-bomba), que fosse e detonasse", disse Shekau.

As duas explosões, que ocorreram com minutos de intervalo no mês passado no principal porto de Apapa, foram quase que certamente causados por bombas, disseram três fontes de segurança seniores e o gerente de uma grande empresa de contêineres à Reuters. Uma dessas explosões foi mais provavelmente resultado de um ataque suicida de uma mulher-bomba, disseram.

As autoridades disseram que as explosões em Creek Road foram um acidente causado por um botijão de gás, mas as fontes de segurança disseram à Reuters que essa história foi gerada para evitar o pânico na cidade de 21 milhões de pessoas. Pelo menos duas pessoas foram mortas.

Shekau também assumiu a responsabilidade por uma bomba em um shopping center no sofisticado bairro de Abuja Wuse II, que matou 24 pessoas, o terceiro na capital desde abril e, entre um crescente número de evidências de que seus ataques estão se espalhando para o sul.

(Por Tim Cocks e Isaac Abrak)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?