Jovens cometem cada vez mais crimes sexuais

Especialistas dizem que contato muito precoce com pornografia pode distorcer as percepções de uma sexualidade saudável. © Keystone / Gaetan Bally

Mais e mais jovens estão sendo condenados por crimes sexuais, que vão desde a posse de material ilegal até agressão, segundo estatísticas publicadas em vários jornais de domingo.

Este conteúdo foi publicado em 01. abril 2019 - 09:28

De acordo com uma análise feita pelos jornais Le Matin Dimanche e SonntagsZeitung, o número de casos aumentou acentuadamente na última década.

Em 2009, cerca de 455 menores foram acusados ​​de infrações sexuais; em 2018, esse número subiu para 727. Mais da metade dos acusados ​​tinham menos de 15 anos.

A maioria dos casos lidava com a posse ou disseminação de pornografia ilegal - sem surpresa, mais prevalente agora devido à disponibilidade e presença diária de tecnologia, de acordo com um jovem advogado entrevistado pelos jornais.

No entanto, crimes físicos graves também estão em alta: no ano passado, 53 jovens foram acusados ​​de estupro, enquanto outros 167 foram acusados ​​de atos sexuais com crianças; mais do que o número total de casos envolvendo pessoas com mais de 50 anos.

Enrico Violi, um oficial responsável por prevenção da violência no cantão de Zurique, disse aos jornais que “estamos vendo uma tendência cada vez maior para casos entre jovens. Quinze anos atrás, eram principalmente adultos voltados para crianças. Agora, esses crimes também são cometidos por pessoas da mesma idade, do mesmo círculo social”.

Violi, junto com outros psicólogos e especialistas entrevistados, trouxe a questão de volta à pornografia, para a qual os jovens estão constantemente expostos.

“[Pornografia] promove uma imagem distorcida da sexualidade”, diz ele. “O homem está ativo enquanto a mulher se retém”. Isso dá, tanto para meninas quanto para meninos, uma falsa compreensão de papéis que podem levar a resultados perigosos.

Tanto a prevenção quanto a cura são complicadas, descreve o relatório. Para incentivar os jovens a uma consciência sexual mais saudável, é necessária uma melhor comunicação - especialmente com os pais - e um uso mais consciente das mídias sociais.

Para os condenados, enquanto os adolescentes podem ser presos por até quatro anos na Suíça, os menores de dez anos (alguns dos quais figuram nas estatísticas) não podem ser legalmente punidos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo