Navigation

Prefeito de Cusco, no Peru, morre de covid-19

Vista da praça principal de Cusco, no Peru, vazia em 24 de junho de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. agosto 2020 - 22:46
(AFP)

O prefeito da turística cidade peruana de Cusco, antiga capital do império inca, Ricardo Valderrama, morreu neste domingo (30) de covid-19, após lutar durante um mês pela vida em um hospital da cidade, anunciaram as autoridades sanitárias regionais.

"O prefeito apresentou quadro de pneumonia por covid-19, somado aos fatores de comorbidade por sua idade e da diabetes de que padecia, e permaneceu estável durante todo este tempo", disse à imprensa o médico Víctor Manchego, gerente de Previdência social de Cusco.

O prefeito, de 75 anos, era antropólogo e havia dado entrada no Hospital Adolfo Guevara de Cusco há um mês. Ele estava no cargo desde dezembro.

O clube cusquenho Cienciano, que joga na primeira divisão do futebol peruano, lamentou a morte de Valderrama nas redes sociais.

"O Clube Cienciano lamenta o sensível falecimento do prefeito de Cusco, doutor Ricardo Valderrama Fernández. Nossas condolências a toda a sua família", declarou através de sua conta no Twitter.

Cusco, no sudeste andino do Peru e a cerca de 1.100 km de Lima, se encontra sob quarentena devido a um repique da pandemia.

A antiga capital do império inca é a meca do turismo por abrigar na região a cidadela de Machu Picchu, que está fechada desde março, quando a pandemia começou.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.