Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Paciente portador de HIV em estado terminal, em clínica em Kiev, em 6 de julho de 2010. Cerca de 1,5 milhão de pessoras morreram por causas relacionadas com a Aids em 2013.

(afp_tickers)

Principais dados relacionados com a epidemia de Aids em 2013, segundo o relatório anual da ONUAids, divulgado nesta quarta-feira, às vésperas da inauguração da Conferência Internacional sobre a Aids, no próximo domingo, em Melbourne (Austrália).

- TOTAL: 35 milhões de pessoas eram portadoras do HIV (vírus causador da Aids) em 2013 (contra 34,6 milhões em 2012, segundo o informe, que revistou este dado para baixo).

- MORTES: cerca de 1,5 milhão de mortos por causas relacionadas com a Aids em 2013 (1,7 milhão em 2012).

- NOVAS INFECÇÕES: aproximadamente 2,1 milhões de pessoas contaminadas em 2013, um pouco menos que em 2012 (2,2 milhões). Com relação a 2001, o número de novas contaminações registrou queda de 38%.

- CRIANÇAS: 240.000 crianças nasceram com Aids em 2013 (270.000 em 2012), sendo que 87,5% delas vivem na África subsaariana.

- ÁFRICA: a África subsaariana continua sendo a região mais afetada, com 70,6% dos infectados pelo HIV no mundo (70,8% em 2012). As mulheres representam 58% dos casos.

- AMÉRICA LATINA: 1,6 milhão de portadores do vírus em 2013 (60% deles, homens). O número de novos infectados se mantém quase estagnado, com um recuo de apenas 3% entre 2005 e 2013. "Nesta região, são registradas, aproximadamente, 10 infecções de HIV por hora", diz o informe.

No entanto, este dado encobre diferenças extremas. O recuo de novas infecções entre 2005 e 2013 foi de 39% no México e de 26% no Peru. No Brasil, país da região com maior número de infectados, o número de novos casos ao ano, ao contrário, aumentou 11% neste período.

A América Latina é, ainda, uma das regiões com maior acesso aos tratamentos anti-retrovirais (45% do total de infectados). Os países onde estes tratamentos estão mais generalizados são Brasil, Chile, El Salvador, México, Peru e Venezuela.

- TRATAMENTO: em 2013, cerca de 12,9 milhões de portadores do HIV se beneficiaram de tratamento com anti-retrovirais (37% do total de infectados).

- TUBERCULOSE: a tuberculose se mantém como a principal causa de morte para os portadores de HIV.

- RECURSOS FINANCEIROS: recursos de 19,1 bilhões de dólares (18,9 bilhões de dólares em 2012) para combater a Aids em 2013.

AFP