Navigation

Como uma moeda refúgio causa problemas para o banco central

O franco suíço tem sido tradicionalmente um refúgio seguro para os investidores em tempos de crise. Mas por que, exatamente, o banco central suíço vem tentando manchar a reputação da moeda? (Michele Andina & Matthew Allen, swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 01. julho 2015 - 11:00

A crise financeira de 2008 mergulhou vários países em estagnação ou recessão. Os investidores começaram a procurar um lugar para preservar seus ativos, preferindo o franco suíço ao euro e ao dólar. Isso teve um efeito dramático nas taxas de câmbio. No final de 2009, um euro valia menos de 1,50 franco. As exportações suíças ficaram mais caras, tornando os exportadores do país menos competitivos na Europa, seu principal mercado.

Para piorar a situação, o franco suíço também se valorizou em relação ao dólar. Em outubro de 2010, um dólar custava menos de um franco. O banco central suíço (SNB) decidiu agir, emitindo francos suíços para comprar euros, em uma tentativa de frear a apreciação da moeda suíça.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.