Navigation

Cruz Vermelha inaugura sua nova sede em Genebra

Vista externa da nova sede da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho, no bairro de Petit Saconnex, em Genebra. swissinfo.ch

A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC) inaugurou a sua nova sede em Genebra, que foi financiada através de um empréstimo do governo suíço. 

Este conteúdo foi publicado em 07. maio 2019 - 11:01

"Este edifício é a casa da humanidade... é a casa de nossas 191 Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e a casa de nossos 14 milhões de voluntários. A Federação Internacional está profundamente ligada a Genebra e eu gostaria de agradecer a todos vocês por nos fazerem sentir tão em casa aqui", disse o presidente da IFRC, Francesco Rocca, aos convidados na cerimônia de inauguração da nova sede em Genebra, na segunda-feira. 

O novo edifício sede da IFRC, que custou CHF 59,4 milhões ($58,3 milhões), foi construído graças a um empréstimo do governo suíço sem juros. Cerca de 350 funcionários da IFRC atualmente trabalham lá. 


A inauguração em Genebra aconteceu no dia seguinte ao aniversário de 100 anos da organização. Conhecida anteriormente como a Liga das Sociedades da Cruz Vermelha, a IFRCLink externo foi criada em 5 de maio de 1919 pelas Sociedades da Cruz Vermelha americana, britânica, italiana, japonesa e francesa no final da Primeira Guerra Mundial para prestar assistência humanitária a pessoas vulneráveis em tempo de paz. 

A Cruz Vermelha Suíça aderiu em 1920. Genebra tem sido a sede do secretariado da IFRC desde o início, exceto por um breve período em Paris, de 1922 a 1939. A organização suíça tem sido um membro ex officio da IFRC desde 1939 devido ao seu estatuto de anfitrião.    

"Estamos extremamente orgulhosos de sediar o secretariado que coordena a maior rede humanitária do mundo", disse Valentin Zellweger, embaixador da Suíça nas Nações Unidas em Genebra, à audiência durante a cerimônia. 

"A Suíça está encantada por a IFRC poder celebrar o seu centenário em sedes maiores e modernas, que estão bem integradas na área local e são um exemplo em termos de tecnologia de economia de energia", emendou Zellweger.

Renomeada "a Federação" no início da década de 1990, a IFRC se concentra em ajudar os mais vulneráveis afetados por desastres e emergências de saúde em todo o mundo. 

O membro fundador do Movimento da Cruz Vermelha - o Comitê Internacional da Cruz VermelhaLink externo (CICV) gerido pela Suíça e criado anteriormente em 1863 - também tem sua sede em Genebra. Ele se concentra principalmente em ajudar as pessoas afetadas por conflitos e violência armada e a promover as leis que protegem as vítimas da guerra. 



Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.