A Índia ordenou o bloqueio de mais de 800 sites pornográficos, por seu conteúdo obsceno, informou nesta segunda-feira um funcionário do governo, provocando polêmica sobre a liberdade de expressão no maior país democrático do mundo.

Desde o final da semana assada, os usuários de todo o país não conseguiram acessar certas páginas exclusivas para adultos, muitas delas localizadas no exterior.

O bloqueio foi determinado pela máxima instância judicial da Índia, que no mês passado expressou sua preocupação ante o fracasso do governo em bloquear sites de pornografia infantil.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.