Navigation

EUA vão leiloar espectro reservado a militares para impulsionar rede 5G

(Maio) Vitrine de loja da Huawei em Pequim afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. agosto 2020 - 02:05
(AFP)

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira que parte do espectro reservado aos militares será leiloado a empresas de telecomunicações para uso em redes 5G.

Um total de 100 megahertz de "espectro de banda média contíguo de costa a costa" estará disponível para a implantação comercial do 5G, informaram a Casa Branca e o Departamento de Defesa em comunicado conjunto.

O espectro na faixa de 3450 e 3550 megahertz foi indentificado para uso em redes 5G e pode estar disponível sem afetar a capacidade militar ou de segurança nacional, indicaram funcionários do governo Trump.

A Comissão Federal de Comunicações poderá começar a leiloar o espectro em dezembro, e ele começaria a ser usado em redes de telecomunicações da nova geração em meados de 2022, segundo o comunicado.

O acréscimo irá aumentar para 535 megahertz o espectro de banda média disponível para as redes 5G nos Estados Unidos, o que os deixa atrás de outros países, como China e Coreia do Sul, na implementação desta tecnologia, potencialmente transformadora.

A Huawei, maior produtora mundial de equipamentos para redes de telecomunicações, tornou-se um tema fundamental no confronto geopolítico entre China e Estados Unidos. Washington afirma que a empresa representa uma ameça importante à cibersegurança e responde a interesses do governo chinês.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.