Navigation

Papa falou sobre inteligência artificial com presidente da Microsoft

O papa Francis debateu as potenciais ameaças que a inteligência artificial representa para a humanidade com o chefe da Microsoft afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 13. fevereiro 2019 - 21:29
(AFP)

O papa Francisco recebeu nesta quarta-feira o presidente da Microsoft, Brad Smith, com quem falou sobre os perigos da inteligência artificial, por ocasião da reunião sobre robótica preparada pelo Vaticano.

"Nas mãos erradas, cada instrumento pode se tornar uma arma", reconheceu Smith, que foi recebido em audiência privada pelo pontífice.

O empresário acredita que a inteligência artificial pode servir "para o bem comum e reduzir a divisão digital que persiste mundialmente", explicou o Vaticano em uma nota.

O papa Francisco pediu para os líderes mundiais no ano passado garantirem que a inteligência artificial "ajude a servir a humanidade e proteja nosso lar comum em vez do contrário".

A Microsoft promoverá, juntamente com a Academia Pontifícia para a Vida, um prêmio internacional sobre ética e inteligência artificial.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.