Navigation

Suíça autoriza vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19

A vacina Pfizer/BioNTech afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 19. dezembro 2020 - 11:28
(AFP)

A Suíça autorizou neste sábado (19) a vacina dos laboratórios Pfizer/BioNTech contra o coronavírus, anunciou a autoridade de regulamentação sanitária nacional Swissmedic.

"Após uma análise meticulosa da informação disponível, a Swissmedic concluiu que a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech é segura e suas vantagens são maiores que os riscos", indicou em um comunicado.

Essa é a primeira autorização de uma vacina contra o coronavírus no país.

"Conseguimos tomar esta decisão rapidamente, garantindo o respeito às três condições essenciais: segurança, eficácia e qualidade", declarou o diretor da Swissmedic, Raimund Bruhin.

A Suíça, com 8,6 milhões de habitantes, garantiu o acesso a 15,8 milhões de doses de vacinas, negociadas com três laboratórios diferentes: três milhões com Pfizer-BioNTech, 7,5 milhões com Moderna e 5,3 milhões de doses com AstraZeneca. São necessárias duas doses por paciente para as três vacinas.

A Suíça registra todos os dias mais de 4.000 novos casos e mais de cem mortes. No total, o país registra 400.000 casos e 6.000 mortes desde o início da pandemia.

O governo suíço anunciou nesta sexta-feira novas medidas para conter a pandemia de covid-19. A partir de 22 de dezembro, os restaurantes, centros comerciais e esportivos e outros locais de lazer terão que fechar.

As lojas permanecerão abertas, mas com capacidade limitada. As restrições estarão em vigor até 22 de janeiro.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?