Navigation

Tiroteio em hospital de Caracas deixa dois mortos

Vista aérea de Caracas afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. junho 2014 - 20:27
(AFP)

Dois irmãos, um deles já ferido por arma de fogo e que esperava para ser operado, foram mortos a tiros por três homens que invadiram na manhã deste domingo o Hospital Universitário de Caracas, informou a imprensa local.

Segundo o jornal El Universal, "três supostos criminosos entraram no Hospital Universitário de Caracas, subiram ao sexto andar onde ficam as salas de cirurgia e assassinaram um paciente que esperava para ser operado e um familiar".

De acordo com relatos, durante a ação, um médico e um segurança do hospital ficaram feridos, atingidos por tiros.

Segundo o jornal El Nacional, o ataque ocorreu dentro da sala de cirurgia, pouco antes do início da operação do homem de 27 anos.

De acordo com jornalistas, a vítima que estava sendo operada no momento do ataque tinha sido baleada em uma região popular de Caracas durante a madrugada e levada por seu irmão, de 28 anos, ao Hospital Universitário para ser atendido de emergência.

No trajeto, eles teriam sido perseguidos por três homens que os ameaçaram de morte.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.