Navigation

Trump anuncia que irá proibir TikTok nos EUA

Logo do TikTok afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. agosto 2020 - 02:51
(AFP)

O presidente Donald Trump anunciou nesta sexta-feira (31) que irá proibir a rede social TikTok nos Estados Unidos, após as autoridades americanas mostrarem preocupação com a possibilidade da plataforma ser usada como ferramento da inteligência chinesa.

Em declarações aos jornalistas durante viagem no avião presidencial Air Force One, Trump declarou: "Em relação ao TikTok, vamos proibi-lo nos Estados Unidos".

TikTok, um aplicativo de vídeos muito popular entre os jovens e que pertence à ByteDance, uma empresa com sede na China, tem cerca de um bilhão de usuários no mundo.

O The Wall Street Journal e a agência de notícia Bloomberg informaram mais cedo que Trump determinou a venda das operações americanas do TikTok, ao estimar que o serviço poderia ser usado pela inteligência chinesa.

Outros relatórios, incluindo um da Fox News, afirmaram que a Microsoft estava negociando para adquirir a rede social, cujo valor poderia alcançar dezenas de bilhões de dólares.

Funcionários e legisladores americanos expressaram nas últimas semanas preocupação com a possibilidade do TikTok ser usado pela China como ferramenta de espionagem. A empresa responsável pela rede social nega qualquer vínculo com o governo de Pequim.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.