Perspectivas suíças em 10 idiomas

Fintech e maconha levam o número de start-ups suíças a um patamar recorde

celular com identidade digital
Louca para surfar a onda digital, a Suíça atrai uma grande variedade de novas empresas de tecnologia financeira ('fintech') Keystone

O ano de 2017 registrou um número recorde de empresas criadas na Suíça, muitas delas centradas na chamada região do "cripto-vale", de acordo com a plataforma Startups.ch.


Cerca de 43.416 empresas foram criadas, disse o site de informações e assessoria, um aumento de 5% em relação a 2016 e um recorde absoluto na Suíça.

O cantão de Zug, no coração do chamado cripto-vale da Suíça, foi um dos principais beneficiários, com um aumento de quase 20% no número de empresas lá registradas em 2017.

A baixa taxa de impostos em Zug já é tradicionalmente um atrativo para os negócios. Mas grande parte do interesse atual é também a inovação nos campos de tecnologia “blockchain” e de criptografia.

“Zug ficou célebre neste setor ao, por exemplo, aceitar pagamentos de impostos em bitcoin”, disse o diretor da Startups.ch Michele Blasucci.

Outro fator a colaborar com esse crescimento foi a nascente indústria da cannabis legal, que floresceu em todo o país ao longo do ano. “Cada semana, registramos duas a três novas empresas que trabalham com produtos CBD [cannabidiol]”, disse Blasucci.

+ Leia aqui a reportagem especial sobre a volta da maconha

Outras áreas que viram um crescimento significativo na criação de negócios foram os cantões de Aargau e Zurique no norte, bem como a região alpina do Valais. O cantão de língua italiana do Ticino observou uma queda de 7,5%, algo que Blasucci atribui ao intercâmbio de informações fiscais que estão inibindo negócios transfronteiriços.

swissinfo.ch/ets

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

Notícias

aeroporto

Mostrar mais

Aeroporto de Genebra cobrará taxa de atraso em 2025

Este conteúdo foi publicado em O Aeroporto de Genebra pretende lançar um sistema de cotas de poluição sonora no próximo ano. Os voos que partirem após as 22h terão que pagar uma taxa.

ler mais Aeroporto de Genebra cobrará taxa de atraso em 2025
imagem

Mostrar mais

Suíços não se preocupam em perder empregos para a IA

Este conteúdo foi publicado em A inteligência artificial (IA) está influenciando a vida profissional cotidiana. Na Suíça, muitas pessoas já têm experiência com IA, inclusive em seus empregos.

ler mais Suíços não se preocupam em perder empregos para a IA

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR