Navigation

Mont Blanc pode entrar na lista da Unesco

O Mont Blanc, o pico mais alto da Europa Ocidental, iluminado pelo pôr-do-sol em La Barillette, a 37 quilômetros a leste de Genebra, na Suíça AP/David Azia

Autoridades suíças, francesas e italianas assinaram uma declaração conjunta de intenção como "primeiro passo" para o lançamento da candidatura do maciço do Mont Blanc na cobiçada lista de patrimônios mundiais da UNESCO.

Este conteúdo foi publicado em 25. outubro 2017 - 10:09
swissinfo.ch/fh

A declaração foi assinada na terça-feira (24) em Chamonix, na França, em uma reunião transfronteiriça com a presença de autoridades locais e representantes governamentais dos três países.

"Todos os sinais estão verdes", afirmou Catherine Berthet, comissária da política transfronteiriça de Chamonix. Ela acrescentou que o desenvolvimento de especificações para a candidatura é esperado no primeiro semestre de 2018 e que o processo geral de classificação pela UNESCO poderia levar "entre cinco e dez anos".

Ao longo da França, da Itália e do cantão suíço do Valais, o maciço do Mont Blanc mede 4.808 metros de altura, tornando-o o pico mais alto da Europa Ocidental. Atualmente, existem 1.073 lugares na famosa lista da UNESCO. A Suíça possui atualmente 12, entre eles os vinhedos de Lavaux Link externoa cidade antiga de BernaLink externo e a região alpina Jungfrau-AletschLink externo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.