Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Pérolas suíças Rüschlikon é o melhor lugar para morar na Suíça

As cidadezinhas lacustres de Rüschlikon, Meggen e Zug foram eleitas os lugares mais atraentes para viver na Suíça em uma pesquisa anual. Os vencedores usuais em "qualidade de vida" - Zurique e Genebra – não aparecem entre as dez melhores.

lake

O melhor lugar em 2017; banhistas no Lago de Zurique em Rüschlikon

(Rüschlikon)

Você pode estar familiarizado com Zug na Suíça central, mas você já ouviu falar de Rüschlikon ou Meggen? Estes são os três melhores lugares suíços para viver, de acordo com um ranking publicado na quinta-feira pelo semanário Die WeltwocheLink externo, editado em Zurique.

A classificação destaca os municípios suíços com pelo menos 2.000 habitantes. As 924 cidades foram avaliadas com base em sete critérios: habitação, emprego, estatística da população / contribuinte, taxa de imposto, transporte público, segurança e serviços locais como escolas, médicos, lojas e atividades culturais.

Gráfico
(swissinfo.ch)

Se você observar o mapa, fica claro que os subúrbios de Zurique são particularmente atraentes - talvez não seja surpreendente, considerando que Zurique (22° na lista) ficou em segundo lugar na pesquisa de qualidade de vida de Mercer em 2017. Rüschlikon, apenas a 15 minutos de trem de Zurique, encabeçou a lista do Weltwoche pelo segundo ano consecutivo.

"Nós investimos muito nas escolas e na creche - cerca de CHF35 milhões (US $ 36,3 milhões) nos últimos três anos. Cada vez mais os estrangeiros enviam seus filhos às escolas públicas ", disse o prefeito de Rüschlikon, Bernhard Elsener, ao Die Weltwoche. "Nós temos uma população completamente mista. No evento de boas vindas dos recém-chegados, tive que fazer meu discurso em vários idiomas ".

Aproximadamente do mesmo tamanho que Rüschlikon e com cerca de 7.000 habitantes, Meggen, às margens do lago de Lucerna, saltou vários pontos do ano passado para chegar em segundo lugar.

"Uma paisagem verde é muito importante para nós. Criamos zonas protegidas que oferecem muito espaço recreativo ", disse o prefeito da Meggen, Urs Brücker, ao Die Weltwoche.

Zug subiu cinco pontos para ocupar o terceiro lugar. Com 29 mil habitantes, a cidade do cantão do mesmo nome está ganhando reputação em inovação. Foi também o primeiro município a aceitar o Bitcoin como forma de pagamento.

Genebra, nº 8 na pesquisa Mercer, vem em "apenas" em 45º na lista do Weltwoche. No entanto, vários dos seus subúrbios aparecem entre os 40 melhores.

E a Suíça de língua italiana, recentemente nas manchetes internacionais com um vídeo de seu lindo vale Verzasca? Comano ficou em 12º, contra 6º em 2016. O aumento dos preços da habitação é parcialmente culpado, observa a revista.

Die Weltwoche publica o ranking anual desde 2009. A revista baseou sua classificação em um estudo encomendado pela consultoria imobiliária de Zurique IAZILink externo.


swissinfo.ch/cg

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×

Destaque