Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Passado anarquista no Jura

"O ateliê de antigamente" (1905). Pintura de William Aubert mostrando uma fábrica de relógios em La Chaux-de-Fonds.

(www.mih.ch)

Alexandrovich Michael Bakunin (1814-1876), um dos revolucionários anarquistas mais conhecidos da história, nasceu na Rússia e percorreu grande parte dos países europeus.

Em cada um deles, Bakunin participou de um momento histórico importante. Empobrecido, ele faleceu em Berna, na Suíça. Seu túmulo é mantido hoje em dia por um cidadão anônimo de Zurique.

Bakunin, o mais brilhante entre todos os anarquistas, pertencia a uma rica família de proprietários de terras da Rússia. Alguns membros da família de sua mãe tinham participado do levante decembrista de 1825, mas de início a rebelião de Bakunin teve caráter filosófico, quando ele descobriu Hegel e Fichte. Foi Herzen que iniciou a sua conversão para ao radicalismo político, e mais tarde, 1843, quando completava seus estudos filosóficos na Europa, ele se tornou um revolucionário graças à influência de Wilhelm Wietling e Proudhon.

Durante os anos de 1848-49, tomou parte ativa nas rebeliões que ocorreram em Paris, Praga e Dresden; capturado após o fracasso da rebelião de Dresden, esteve preso em prisões da Saxônia e da Áustria, tendo sido entregue posteriormente à polícia do czar. Depois de um longo período de internamento na fortaleza de Pedro-e-Paulo, onde o escorbuto provocou a perda de seus dentes, foi enviado para a Sibéria, conseguindo mais tarde fugir para os Estados Unidos e Europa.

Participou de uma fracassada revolta na Polônia e, tendo abandonado definitivamente suas idéias pan-eslávicas, desenvolveu uma série de teorias anarquistas e fundou uma organização política secreta, Aliança da Social Democracia. Em 1868, juntou-se à Internacional e liberou a corrente que se opunha a Marx; foi oficialmente expulso da Internacional em 1872, mas muitos membros oriundos da Itália, Espanha, Bélgica, França e Suíça saíram com ele, fundando uma organização independente, a chamada Internacional St. Imier

Na década que se iniciou em 1870, Bakunin tomou parte nas revoltas de Lyon e Bolonha, acabando por morrer em Berna, onde foi sepultado. Sua obra escrita é vigorosa, mas muito mal organizada; o próprio Bakunin confessou a Herzen que não tinha qualquer noção de arquitetura literária, e só muito raramente conseguia concluir qualquer trabalho mais longo do que um artigo. Era um ativista e talvez a sua mais importante contribuição à causa tenha sido como fundador do movimento anarquista histórico, que acabaria com a destruição das organizações anarco-sindicalistas espanholas ocorrida em 1939.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.