Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Quando a reclusão libera Mosteiros

Após ter exposto no mundo carcerário, o fotógrafo genebrino Patrick Gilliéron Lopreno publica o livro "Mosteiros", uma imersão no mundo velado dos monges contemplativo.

"Espero ter conseguido, através das minhas fotografias, alcançar uma forma profunda de respeito pela vida contemplativa. Isso mesmo se, para mim, com ou sem Deus, existe uma profunda experiência de comunhão no coração da solidão", escreve Patrick Gilliéron LoprenoLink externo no prefácio do livro.

As imagens em preto e branco lembram a de outro fotógrafo suíço, cujo talento se destacou nos anos 1970. "Deve reconhecer minha dívida nesse trabalho ao fotógrafo Marcel Imsand. (…) Meu livro está focalizado no emocional, no íntimo e na interioridade", escreve Lopreno.

São 78 fotos selecionadas, cuja beleza sutil foi ressaltada pelo texto do historiador Philippe Borgeaud : "O real é desvendado em sua nudez. Através de certo distanciamento". E o de um dos residentes dos quatro mosteiros visitados por Lopreno: "O monge se esconde, como um convidado de Cristo, para procurar aquele Aquele que vê no segredo (...) A fotografia nos oferece o tempo para olhar e ver. Para permanecer no momento e penetrar no seu mistério". (Fotos: Patrick Gilliéron Lopreno, Texte: Frédéric Burnand, swissinfo.ch). Livro: "MonastèresLink externo" de Patrick Gilliéron Lopreno, Editions Labor et Fides, 2014.


Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.