Navigation

Exército suíço tenta seduzir mais mulheres

No ano passado, o comandante do exército suíço, Thomas Süssli, disse que queria aumentar o número de mulheres em funções militares do nível atual para 10% até 2030. Keystone / Peter Schneider

Um relatório do Ministério da Defesa definiu medidas para incentivar a integração de mais mulheres no exército suíço , que atualmente detêm 0,9% das funções militares.

Este conteúdo foi publicado em 09. março 2021 - 10:00
swissinfo.ch/fh

Para marcar o Dia Internacional da Mulher na segunda-feira, o ministério publicou um relatórioLink externo intitulado "Mulheres no Exército", elaborado por um grupo de trabalho de defesa. Ele inclui uma série de medidas para aumentar a porcentagem de mulheres suíças em papéis militares.

Uma das principais propostas é a criação de um serviço especial para mulheres com o objetivo de promover e coordenar a participação feminina no Exército. Um estudo externo mais aprofundado sobre a situação das mulheres no exército também foi encomendado.

Para incentivar uma maior participação, o relatório diz que é importante incentivar "a reconciliação entre o serviço militar, o treinamento, o trabalho e a vida familiar".

O pessoal militar profissional deve ter a oportunidade de trabalhar em meio período e as questões de cuidado infantil devem ser esclarecidas, acrescentou.

O relatório também defendeu o treinamento adicional de oficiais do exército para ajudá-los a lidar com casos de discriminação, sexismo e violência.

As acomodações do exército também devem ser renovadas ou construídas para garantir que sejam corretamente adaptadas para recrutas do sexo feminino.

Motivadas e engajadas

No ano passado, o comandante do exército suíço, Thomas Süssli, disse que queria aumentar o número de mulheres em funções militares do nível atual para 10% até 2030.

"Em nossa experiência, as mulheres no exército são especialmente motivadas e engajadas. Elas frequentemente trazem novas maneiras de pensar", disse Süssli.

Todos os homens suíços são chamados para o serviço militar a partir dos 19 anos de idade. Se declarados aptos para o serviço militar - como em média dois terços dos recrutas são - a única saída é optar pelo serviço civil por razões éticas. O serviço militar é opcional para as mulheres.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.