Navigation

Nevasca pesada aciona alerta de avalanches na Suíça

Reconhece alguma coisa? Bicicletas e carros ficaram cobertos de neve em Zurique na sexta-feira de manhã Keystone / Bieri Walter

Autoridades na Suíça alertaram sobre o alto risco de avalanche nas regiões montanhosas após a forte nevasca.

Este conteúdo foi publicado em 15. janeiro 2021 - 17:04
AP/Keystone-SDA/SRF/ilj

Algumas partes do leste do país sofreram até 80 centímetros de queda de neve em 24 horas. Partes do vale do Goms na fronteira com a Itália ficaram isoladas devido a estradas bloqueadas. 

Desde quarta-feira, algumas partes dos Alpes receberam até 2 metros de neve fresca. Estas são quantidades recordes que normalmente só ocorrem a cada 20 anos ou mais, disseram os especialistas.

Houve várias avalanches na Oberland Bernense e no cantão central de Uri na quinta-feira. Há um risco contínuo para aqueles que vivem nessas áreas, bem como para os entusiastas dos esportes de inverno.

"O perigo de grandes avalanches se estende por uma área ampla. Fora das pistas marcadas e abertas, prevalecerá uma situação de avalanche muito perigosa", advertiu o Instituto de Pesquisa da Neve e Avalanche SLF em seu boletim da sexta-feira.

O boletim indicou uma alta classificação de nível 4 em uma grande faixa do país, desde Sion, no oeste, até Andermatt, e de lá até Chur, no leste.

Algumas regiões estão lidando a duras penas com a neve. A empresa de transporte público de Zurique parou todos os serviços de bondes e ônibus na maior cidade da Suíça na sexta-feira, dizendo que a neve havia derrubado árvores e bloqueado o acesso a três garagens de veículos durante a noite.

Mas outros estão desfrutando dos níveis de neve excepcionalmente altos, como os pinguins no Zoológico de Zurique (que atualmente está fechado devido à pandemia de coronavírus - vídeo da rede pública SRF).

Conteúdo externo

Espera-se que a neve diminua lentamente ao longo do dia, prevêem os meteorologistas.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.