Perspectivas suíças em 10 idiomas

Fraudes e crimes online seguem em alta na Suíça

computador
Os casos registrados de fraude, incluindo fraudes eletrônicas, subiram 8% no ano passado. © Keystone

Embora crimes graves, como assassinatos, continuem a ser raros e o número de roubos diminua, fraudes e crimes online relacionados com pornografia continuaram a aumentar na Suíça em 2019.

O número total de infrações ao código penal caiu em 2019 pelo sétimo ano consecutivo, anunciou na segunda-feira o Departamento Federal de Estatística (OFS)Link externo.

Foram registrados cerca de 432 mil casos, o que representa uma queda de 0,2%. Isso inclui 36.419 assaltos a casas, uma queda de 50% em comparação com o ano recorde de 2012. Foram registrados 46 assassinatos, dos quais 29 relacionados à violência doméstica – um pouco acima da média de 10 anos, de 25. A polícia contabilizou 679 estupros, 53 a mais do que em 2018.

Problemas online

Os casos de fraude saltaram 8%, seguindo uma tendência de aumento, que aponta que tais casos dobraram em uma década. Isso pode estar ligado a um aumento maior da criminalidade online, calcula o OFS, embora acrescente que necessita de mais estatísticas antes de tirar conclusões.

Um total de 17.606 casos de fraude foram relatados no ano passado.

A Conferência dos Comandantes de Polícia Cantonal da Suíça (CCPCS), órgão de coordenação entre as forças policiais regionais, disse na segunda-feira que estava trabalhando para impulsionar o “trabalho em rede” entre as diferentes forças cantonais para combater o crime online.

Exemplos dessas infrações incluem o uso fraudulento de um computador (5.583 casos em 2019, um aumento de 598 em relação a 2018) e delitos relacionados à pornografia (2.387 casos, um salto de mais de 50%).

Também na segunda-feira, a polícia de Zurique advertiuLink externo contra o aumento das fraudes por causa do fechamento do país em reação à epidemia de coronavírus. As pessoas mais velhas, em particular, devem ter cuidado com as pessoas que batem à sua porta e se oferecem para comprar suprimentos ou desinfetar o seu apartamento. Embora atos de solidariedade sejam de fato comuns nas últimas semanas, algumas dessas ofertas são feitas por oportunistas, disse a polícia.

swissinfo.ch/ets

Notícias

Imagem

Mostrar mais

Mercado brasileiro de café atrai Nestlé

Este conteúdo foi publicado em Por meio de sua marca Nescafé, a empresa está focando especialmente nas necessidades e desejos do mercado jovem.

ler mais Mercado brasileiro de café atrai Nestlé
Imagem

Mostrar mais

FIFA abre portas para sair da Suíça

Este conteúdo foi publicado em A entidade máxima do futebol internacional lançou as bases formais para uma saída teórica de sua sede em Zurique.

ler mais FIFA abre portas para sair da Suíça
Imagem

Mostrar mais

Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Este conteúdo foi publicado em A Suíça planeja introduzir um banco de dados para os passageiros de voos para coletar e processar dados pessoais em uma tentativa de combater o terrorismo e crimes graves.

ler mais Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos
Imagem

Mostrar mais

Gel suíço pode curar embriaguez

Este conteúdo foi publicado em Um gel recém-desenvolvido composto de proteínas de soro de leite decompõe o álcool no corpo e pode reduzir seus efeitos nocivos e intoxicantes em humanos.

ler mais Gel suíço pode curar embriaguez

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR